Não leve tão a sério os meus poemas

Eles são meus.

E preciso deles para desabafar

Ou até inventar uma nova realidade.

Se eu quisesse conversar

Não escreveria poemas

Eu discaria o seu telefone

Sei o seu número de cabeça.

Então não os leve tão a sério

Eu preciso deles

Eles estão comigo todas as vezes que você me decepciona

Todas as vezes que você me faz bem

E também

Todas aquelas vezes que você nem sabe que aconteceram

Seja neste mundo,

Seja no mundo dos poemas.

Não os leve tão a sério

Se eu quisesse discutir a relação

Não faria poema

Faria “textão”.

Anúncios