No feriado do dia 12 de Outubro, juntei 120,00 reais e fui com meus amigos para Ouro Preto-MG. Fomos com uns conhecidos e voltamos de carona (a moça cobrou 20 reais por pessoa, sei que é um jeito arriscado de viajar, mas neste dia estávamos sem grana). Saímos de Belo Horizonte no dia 12/10 e retornamos no dia 15/10 e foi uma viagem inesquecível! Vou deixar algumas dicas e contar algumas coisas que aprendi nessa viagem para quem deseja conhecer Ouro Preto.

Ficamos hospedados na casa de amigos, então isso facilitou demais com a grana, a gente só tinha que comprar a comida e estava tudo certo! Se você não liga para luxos e pretende gastar pouco em uma viagem, casa de conhecidos é a melhor opção, seguido de hostel e apartamento.

Para quem não sabe, no dia 12 de Outubro acontece a Festa do 12 em Ouro Preto, todas as repúblicas da cidade realizam festas que são bancadas por ex moradores formados. Para participar é preciso conhecer algum morador da república, algumas liberam a entrada de mulheres mesmo que sem nenhum conhecido.

É uma festa muito legal e você não tem que pagar nada! A cidade fica lotada e bem movimentada até mais tarde. Eu não bebo bebidas alcoólicas, passei um pouco apertado lá, porque as repúblicas que fui só davam bebidas alcoolizadas e água, mas não tem problema, a comida compensou haha.

A festa depende de você, se você se deixar levar, vai ficar muito louco, assim como aconteceu com alguns dos meus amigos, pois eles te oferecem bebidas alcoólicas o tempo inteiro. Eu como queria conhecer a festa, curti com moderação, conheci as repúblicas, pessoas novas, comi bastante e pronto!

No primeiro dia (12/10, quinta-feira) fomos para a festa da República dos Deuses, conhecemos muita gente nova, aprendemos sobre a hierarquia das repúblicas de Ouro Preto, pagamos muito mico e comemos demais. Como chegamos a tardezinha, ficamos por conta da festa neste dia.

Na sexta-feira ficamos a parte da tarde conhecendo pontos turísticos da cidade e a noite Festa do 12! Almoçamos no Restaurante Tiradentes que fica na rua Amália Bernhaus, a rua que desce ao lado do Museu da Incofidência. Era self-service e pagamos bem baratinho, se não me engano R$ 15,00 com o suco. Várias pessoas ficam na esquina entregando panfleto deste Restaurante. É muito bom!

Saindo de lá, fomos “turistar”. Eu já fui em Ouro Preto outras vezes, porém desta vez o meu objetivo era aproveitar a Festa do 12, por isto não visitamos vários pontos turísticos. Visitamos a Casa dos Cantos, local que eu não me canso de ir, este museu tem uma senzala em seu subsolo, acredito que todos devem conhecer. Fomos também ao Museu da Inconfidência, Rua Direita e Feirinha de Pedra e Sabão que acontece na Praça São Francisco, em frente a Igreja.

O sábado foi o meu dia favorito, de manhãzinha fomos fazer uma trilha e conhecer algumas cachoeiras da região. Fomos ao Parque das Andorinhas, pegamos o ônibus “Morro Santana”, ele custava R$ 2,70 (tem um ponto dele próximo a Praça Tiradentes) e nos deixou na entrada do Parque.

Estas fotos foram próximas do ponto do ônibus.

Nós éramos 6 sedentários fazendo a trilha, ficamos MUITO cansados! E não conhecemos a última cachoeira. A trilha da primeira cachoeira é fácil, mas a segunda é realmente difícil, a terceira não fomos, mas parecia bem difícil também, mas o visual vale MUITO  a pena! A entrada no Parque é gratuita, e no início você encontra um local com água, banheiro e lanchinho para comprar.

As trilhas são sinalizadas com setas no chão. Por favor, se for fazer esta trilha, vá por mim até a última Cachoeira, vi umas fotos na internet e quase chorei por não ter ido. 😦

A noite, fomos para a Festa do 12 na República dos Deuses e Casa Nova. A-M-A-M-O-S!

Saímos da República às 7hrs da manhã, e domingo já era o dia de voltar. Então comemos, tiramos um cochilo e procuramos uma carona no grupo do Facebook.

Foi uma viagem inesquecível que fiz com os meus amigos, saiu super barata e guardamos dela várias histórias! Rolou até pedido de namoro haha <3. Como eu já falei, o foco desta viagem foi a Festa do 12, por isto não “turistamos” tanto, mas eu indico demais o Parque das Andorinhas para quem está em Ouro Preto, é um outro tipo de turismo encontrado na cidade.

Como fomos com pouca grana, tudo foi muito regrado, nada de luxo, andamos demais e economizamos na comida (eu pedi desconto no picolé, socorro haha)! Mas sério, valeu muito a pena ❤

 

Anúncios